Um projeto Teamway

Mostrar mensagens com a etiqueta Comida. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta Comida. Mostrar todas as mensagens

segunda-feira, 17 de novembro de 2014

RÓTULOS: Natural VS Orgânico

Podemos saber o que comemos apenas pelo rótulo da embalagem?



E se nos andam a "enganar"? E se não passa tudo de uma estratégia de marketing para consumirmos o que nos querem vender?

É importante saber ler os rótulos e perceber que tipo de informação nos estão a transmitir. Este vídeo nostra de forma cómica pomo podemos facilmente ser persuadidos. Natural não é igual a orgânico! 

quarta-feira, 5 de novembro de 2014

ALIMENTOS: Algas também se comem!

Agora que a comida japonesa está na moda o Vitamina-te resolveu explorar o valor nutricional das algas. 



Há uns anos não fazia parte da nossa alimentação. Agora, para os amantes de sushi é uma alimento tão comum como qualquer outro. As algas há muito que fazem parte da alimentação japonesa e são muito mais que um simples ingrediente. São um vegetal marinho que podem ajudar a aliviar o stress e combater as insónias.

As algas são ricas em vitaminas B2, B5, K, ácido fólico, cálcio, iodo, ferro, magnésio e linhamos.

Todos estes nutrientes ajudam a manter uma boa saúde emocional e mantêm o cérebro desperto. Por exemplo: o cálcio e  magnésio ajudam a controlar o stress e a estabilizar o humor; O ferro poderá ajudar a dar energia a pessoas com baixas reservas (sobretudo a mulheres jovens); O iodo auxilia a função da tiróide, as vitaminas do complexo B dão energia e ajudam a bom funcionamento cerebral.

Na cultura japonesa este alimento é um grande suporte para o sexo feminino, ajudando as mulheres a manter a sua lendária serenidade. Em caso de menopausa, as algas podem ser um grande auxiliar a nível hormonal, grande parte graças aos fitonutrientes linhamos. 

segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

MISS KALE: Como evitar engordar após teres comido em demasia.

Fomos ao Blog da nossa amiga Miss Kale, roubar este excelente artigo. 



O início do ano é uma altura em que muitas mulheres procuram mudar a alimentação e, principalmente, emagrecer. Um dos principais motivos é devido aos excessos cometidos durante as festas de Natal. Os muitos almoços e jantares à volta de mesas cheias de doces e outras comidas pesadas podem ter provocado um aumento de peso. O teu corpo consegue lidar com uma ou duas refeições mais densas mas se estas começam a ser constantes, a acumulação de macronutrientes (proteína, hidratos de carbono e gordura) começa a refletir-se – nas coxas! ; )

Refeições densas = aumento de peso + envelhecimento + celulite + problemas digestivos + prisão de ventre + gases
Refeições simples = perda de peso + rejuvenescimento + beleza + leveza + digestões fáceis + barriguinha lisa

Quando existe um excesso de densidade no teu corpo, a tua energia vital não flui tão eficazmente e bloqueios começam a surgir. Estes bloqueios podem provocar variados sintomas como aumento de peso, gordura localizada, acne, gases, prisão de ventre, envelhecimento precoce, ansiedade, insónias, depressões, cansaço e tantos outros. Logo, o segredo consiste em desobstruir esta densidade de maneira a que a tua energia se eleve e circule livremente. Uma das maneiras mais fáceis de o conseguires é através dos alimentos que ingeres. (Clica aqui e marca uma consulta comigo para que, juntas, possamos fazer um programa adaptado a ti.)

Como referi no meu artigo “Como evitar comer em demasia“, o nosso organismo sofre de cada vez que comemos demasiado. Não é só no peso que este excesso se vai refletir, mas também nos teus níveis de energia, saúde, beleza e elegância  – não imaginas a Jackie Kennedy ou a Audrey Hepburn a empanturrarem-se em comida, pois não?!

O segredo é evitar perder o controle (lê mais sobre este tema aqui). Mas se no momento em que te dás conta isso já aconteceu, o melhor que tens a fazer é:

1. PARAR
O pior pensamento que pode surgir quando ganhas consciência de que estás a exagerar na dose de comida é “já que está o caldo entornado, agora vou continuar”. Não. A partir do momento em que te apercebes que estás a comer em demasia ou que estás a comer algo que não vai nutrir o teu corpo, o melhor que tens a fazer é parar imediatamente. Solta os talheres, pára e pegunta-te “porque é que eu estou a fazer isto a mim mesma?”. Tu mereces sentir-te linda, leve e cheia de energia e de cada vez que comes em demasia – ou os alimentos errados – o teu corpo sofre, assim como tu.

2. NÃO COMER MAIS DURANTE ESSA REFEIÇÃO
Ok, apercebeste-te de que comeste demasiado. O primeiro passo foi parar. O segundo é não comeres mais. Se fores como eu e não gostares de deixar comida no prato, guarda e come mais tarde. Se estiveres num restaurante podes pedir para colocarem num recipiente e levas para casa ou dás a alguém que encontres na rua e precise de comida (faço isso regularmente). Comer com humildade passa por servires-te apenas da quantidade de comida que o teu corpo realmente necessita e partilhares o resto com outras pessoas – principalmente aquelas que mais necessitam.

3. FAZER UM MINI-JEJUM
O sistema digestivo vai necessitar de tempo para processar todo o excesso de comida. Logo, quanto mais descanso lhe deres, mais rapidamente conseguirá gerir a situação. Imagina este cenário: um camião entra numa rua estreita e logo de seguida entra um carro e depois outro e por aí em diante. O que é que achas que vai acontecer? Um autêntico engarrafamento, certo? Isso é exatamente o que sucede quando comes demasiado a uma refeição e poucas horas depois voltas a comer. Primeiro dá espaço à refeição pesada para ser totalmente processada e só depois é que podes voltar à tua rotina alimentar. Para isso sugiro que, após teres comido em demasia, comas apenas (mas mesmo apenas!) quando tiveres fome e que seja uma comida ligeira e à base de legumes.

4. BEBER MUITA ÁGUA
Não recomendo que bebas nenhum tipo de líquidos à refeição, pois diluem as enzimas digestivas. No entanto, cerca de 30 minutos após teres terminado de comer, sugiro que bebas bastante água de maneira a ajudar o corpo a eliminar e neutralizar acidez e gordura que possa estar a circular no teu organismo. Se adicionares um pouco de sumo de limão ainda melhor, pois vai ajudar a dissolver gorduras e limpar o fígado.

5. FAZER EXERCÍCIO
Mexer o rabiosque depois de teres comido em demasia é recomendável não só para queimar calorias mas, principalmente, para estimular o organismo e ajudar o sistema linfático a livrar-se de toxinas – que são formadas quando os alimentos não são bem digeridos. O prazer e sensação de bem-estar que o exercísio físico te dá – principalmente quando gostas de o fazer – faz com que tenhas vontade e tendência a cuidares ainda mais do teu corpo. Logo, move your ass, baby!

Por vezes torna-se difícil escutar a nossa barriguinha dizer “chega”, principalmente quando estamos acompanhadas – o ruído acaba por abafar a nossa voz interior. No entanto, à medida que vais desenvolvendo uma consciência e presença no teu próprio corpo, episódios de “comer em demasia” começam a desaparecer. Simplesmente deixam de fazer sentido pois começas a respeitar o teu corpo e a cuidá-lo como se fosse a matéria mais preciosa que tens – porque é.

Partilha este artigo no Facebook e ajuda mais pessoas a aprenderem estes truques que as vão ajudar a evitar engordar após terem exagerado na comida!

quarta-feira, 16 de outubro de 2013

DIA MUNDIAL DA ALIMENTAÇÃO: Somos o que comemos

Hoje é o Dia Mundial da Alimentação. Dia ideal para pensarmos um pouco sobre o que comemos.




Será que sabemos o que comemos? Será que o que comemos está a prejudicar-nos a nível da nossa saúde? Comemos o que realmente gostaríamos de comer ou o que o mercado "quer" que comamos?

O Vitamina-te deixa-vos a apresentação de um excelente vídeo que trata este assunto de forma mais profunda. Para ver o vídeo completo visitem a página oficial Forks Over Knives.


terça-feira, 17 de setembro de 2013

MISS KALE: Como comer saudável em qualquer restaurante

É possivel comer saudável fora de casa. A Miss Kale explica como!




Têm dificuldade em escolher o que comer quando vão a um resturante? Hoje o VITAMINA-TE foi ao site da Miss Kale para descobrir como se pode comer em restaurantes de forma saudável. 

Aqui fica o artigo:

Muita gente pensa que adotar uma dieta “limpa” e saudável significa ter que deixar de ir a restaurantes e isto, querida, está longe da verdade. Aliás, eu vou a restaurantes muito frequentemente e nunca tive nenhum problema a pedir pratos que não estivessem alinhados com os meu princípios de alimentação. Comer fora é fácil quando se tem o conhecimento certo por isso, neste artigo, vou partilhar contigo os meus pequenos truques e dicas que te vão ensinar a comer saudável quando vais a um restaurante.


Segredo #1 EVITA RESTAURANTES FAST-FOOD

Meu amor, restaurantes fast food não são restaurantes e o que eles vendem não é comida. Sim, aquilo não é comida! É algo estranho e asqueroso que alguém decidiu chamar de “comida”. Pois, mas não é. Por isso, o melhor que tens a fazer é ficar bem longe destes lugares. No entanto, no caso de teres mesmo, mesmo, mesmo que ir a um, aqui está o que podes fazer: pede uma salada sem molho (podes pedir um pouco de sumo limão por cima da salada). Se uma porção não for suficiente, pede duas – ou mais – saladas e já deves ficar satisfeita.

Segredo #2 COMEÇA POR SONDAR O MENU

A primeira coisa que tens que fazer é dar uma olhada geral no menu para teres uma ideia sobre todas as opções. Foca-te, principalmente, nas “saladas”, “entradas” e – para algumas de vocês – “peixe”.

Segredo #3 SALADA EM PRIMEIRO LUGAR

Uma salada de vegetais crus deve ser a primeira coisa que pedes. Tem todas as enzimas e alcalinidade que o teu corpo necessita para uma boa e fácil digestão – principalmente quando a comida não é caseira. Podes escolher a salada que preferires e depois juntar, substituir or retirar qualquer ingrediente que queiras. Por exemplo, se a salada que queres tiver atum enlatado ou salmão fumado (eu não recomendo mesmo nenhum destes dois) podes pedir para substituir por abacate, queijo de cabra ou simplesmente retirar. Uma dica sobre os molhos: pede para temperar apenas com sumo de limão e sal marinho.

Segredo #4 VEGETAIS, VEGETAIS, VEGETAIS

Se te centrares nos pratos de vegetais, estarás no caminho certo. Nas “entradas” há sempre uma opção de vegetais e mesmo que inclua alguma carne ou pão, podes pedir para retirar ou pôr para o lado. De preferência, os vegetais devem ser crus, ao vapor, grelhados ou assados. Se pedires uma salada + entrada de vegetais já deves ficar satisfeita. No caso de ficares com fome, salta para a próxima opção…

Segredo #5 PEIXE GRELHADO É UMA BOA OPÇÃO

No caso de achares que uma refeição de vegetais não é suficiente, escolher um prato de peixe é uma boa ideia. Por isso, podes começar com uma salada de vegetais e depois pedir um peixe grelhado com um acompanhamento de vegetais ao vapor/assados (sem batata ou arroz). Tem em conta que uma posta de peixe de boa qualidade grelhada é bem melhor do que pão branco, arroz branco, batatas brancas ou qualquer outro alimento processado. E com um sumo de limão por cima…yum!

Segredo #6 NÃO CHEGUES AO RESTAURANTE COM FOME

Esta é traiçoeira. Se chegas a um restaurante com fome as probabilidades de atacares os aperitivos, pão e manteiga – antes sequer de pedires a comida – é muita (digo isto baseado na minha própria experiência ; ). O melhor que tens a fazer é comer alguma coisa antes de sair de casa. Podes beber um batido verde, comer uma sopa de legumes, uma peça de fruta ou uma salada. Desta maneira será mais fácil de conseguires comer uma refeição saudável no restaurante.

Segredo #7 TRAZ SEMPRE A SOBREMESA CONTIGO

Chocolate, what else?! No caso de te estar a apetecer comer doces após a refeição (principalmente quando as sobremesas têm ótimo aspeto e todas as pessoas, na mesa, estão a pedir uma!) o melhor a fazer é comer uns quadradinhos de chocolate preto. Deste modo ficas contente e não terás de atacar as sobremesas do restaurante – que, muito provavelmente, estão cheias de açúcar de cana, ovos, farinha branca, manteiga, etc. Eu trago sempre uma barra de chocolate preto comigo (a marca Green & Blacks e Lindt têm mini barras), apenas por precaução!

Enquanto que há restaurantes que certamente são melhores do que outros, comer saudável e “limpo” num restaurante é fácil quando vais preparada e sabes o que pedir e o que evitar. Tem em mente que restaurantes italianos, gregos, tailandeses e japoneses são os lugares mais fáceis para comer saudável uma vez que têm imensos pratos à base de legumes e baixos em gordura saturada.
Para concluir, a regra de ouro é:

come o mais “limpo” que conseguires

isto é, comida não processada, sem molhos gordurentos, açúcar, farinhas e que seja crua, grelhada, cozida ao vapor, assada ou salteada.

segunda-feira, 8 de julho de 2013

DESFAZER MITOS: "Evite comer depois das oito da noite"

Existem vários mitos sobre as dietas. Uns verdadeiro, outros falsos. Hoje vamos desfazer mais um.


comer antes de dormir




Mito

Evite comer depoisd as 8 da noite

A verdade

A teoria por detrás desta ideia é que "queimam" os alimentos ingeridos durante o dia, enquanto as calorias ingeridas à noite permanecem no vosso sistema e transformam-se em gordura enquanto dormem. 

Contudo, o vosso organismo irá armazenar as calorias adidionais sob a forma de gordura independentemente das horas a que come, e também precisa de "combustivel" para se auto-reparar durante a noite. 

Portanto, esqueçam as horas e perocupem-se em vez disso em comer alimentos mais saudáveis, como proteinas magras, gorduras boas e muitos legumes.

sábado, 18 de maio de 2013

BEM-ESTAR: Comer por cores

Ter um prato colorido é uma boa forma de garantir que recebemos o máximo de nutrientes e temos uma alimentação saudável.


LIMENTAÇÃO SAUDÁVEL




O VITAMINA-TE foi à revista Amagram, roubar o artigo do Dr. Kurscheid, especialista em nutrição: 


Dêem cor à vossa dieta. Parece bastante simples, mas o que significa exactamente?

Muitos de nós não ingerimos a quantidade de frutas e de legumes todos os dias. Existem vários motivos para isso: vidas profissionais atarefadas, a prevalência de comida rápida e prática ou falta de conhecimentos básicos sobre nutrição são todos os factores que podem contribuir. As frutas e legumes contêm uma base de vitaminas e minerais importantes, cada um dos quais é benéfico para o nosso organismo de forma diferente.

Não tem necessariamente de conhecer todos os seus nomes e feitos específicos - uma forma simples de garantir que obtém o equilibrio adequado é consumir frutas e legumes de cada grupo de cor todos os dias. Portanto, coma maçã para o vermelho, bróculos para o verde, couve-de-flor para o branco e um pêssego para o laranja, por exemplo. Idealmente, devemos comer pelo menos uma mão cheia de cada cor todos os dias.

Embora já saibamos bastante sobre as vitaminas contidas nestes alimentos, apenas agora começamos a descobrir a importância dos designados fitonutrientes. Estes nutrientes naturais que encontramos nas plantas, actuam como catalisadores de outras vitaminas e minerais.

Consideremos, por exemplo uma maçã: é constituída por 4000 minerais diferentes,  e apenas sentimos os plenos bebeficios destes quando todos actuam em conjunto.

Isto significa que, embora os suplementos - como o Nutrilite Doule X, Quotidiano ou Concentrado de Frutas e Vegetais em comprimidos - possam certamente ajudar a estimular a sua ingestão de vitaminas e fitonutrientes, estes devem apenas ser tomados em conjunto com frutas e legumes frescos, e não em substituição dos mesmos.

Sou frequentemente questionado sobre os produtos congelados - como se comparam aos frescos? De facto isto depende, mas os frutos e legumes que são congelados pouco tempo depois de serem colhidos contém quase tantos nutrientes como os frescos - por vezes ainda mais se os "frescos" ficarem vários dias sem serem consumidos.

Portanto, por que não propor-se a si: Consegue comer uma ou duas porções de cada cor por dia?

quarta-feira, 24 de abril de 2013

BEM-ESTAR: Comece o dia em grande

Quer ter um dia mais saudável? Inclua Proteína Total das Plantas na sua rotina diária de pequeno-almoço. 


um bom pequeno almoço

O despertador toca e sabe que chegou a hora de sair da cama. O dia de ontem foi longo, a noite foi curta e a agenda para hoje está preenchida – levar os miúdos à escola, dar um jeito à casa e depois enfiar-se no seu escritório . Terá de estar ao seu melhor nível e a única forma de o conseguir é nutrir devidamente o corpo e a mente.

Não deixe de tomar o pequeno-almoço!

O dia passa a correr e 24 horas parecem não ser suficientes. Mas poupar tempo logo de manhã terá repercussões em termos de produtividade mais tarde durante o dia. Para começar bem o dia, precisa de estimular o seu metabolismo. Tomar o pequeno-almoço aumenta a absorção de nutrientes essenciais e aumenta os níveis de energia. Também reforça a actividade cerebral e a concentração.

Fortifique o seu corpo

Existem múltiplos tipos de personalidades de pequeno-almoço, mas independentemente de gostar de um pequeno-almoço doce, salgado, consistente ou ligeiro, a NUTRILITE™ tem um produto para reforçar a refeição de toda a família: a NUTRILITE Proteína Total das Plantas. Trata-se de uma proteína de elevada qualidade, com um baixo teor de calorias e sem sabor totalmente derivada de ingredientes à base de plantas. Quando tomada logo pela manhã, fá-lo-á sentir-se saciado durante mais tempo e dar-lhe-á muita energia para o seu dia atarefado. Outrora considerados exclusivos de culturistas e outros atletas, os suplementos proteicos estão a conquistar uma grande popularidade. As proteínas e os seus aminoácidos são um componente essencial dos nossos ossos, músculos, pele, cabelo e sangue e, depois da água, são o segundo nutriente mais importante para o organismo. Tendo em conta que o nosso organismo não consegue produzir proteínas, é importante usar um suplemento proteico para garantir um desenvolvimento adequado dos músculos e tecidos.

Fácil de utilizar

Adicionar proteína em pó para reforçar a sua refeição é simples e rápido. Apenas uma ou duas colheres de NUTRILITE Proteína Total das Plantas adicionadas a leite, sumos de fruta ou iogurte irão proporcionar-lhe um estímulo saudável de proteínas e ajudar o seu organismo a estabilizar os níveis de açúcar no sangue durante o resto do dia!
Veja o nosso engraçado vídeo e experimente! 

Texto: Amagram Online

quarta-feira, 10 de abril de 2013

RECEITA: Mingau quente com pêras e nozes

Que tal começar o dia com um excelente pequeno-almoço?


pequeno almoço saudável

O Vitamina-te dá-vos a receita para começarem bem o dia, com uma refeição boa e saudável.

"Este pequeno-almoço saudável e saciante dar-lhe-á um impulso primaveril. 


Ingredientes
300 ml de água
40 g de aveia branca
1 colher de NUTRILITE™ Proteína Total das Plantas
2 metades de pêras enlatadas
4 nozes
1 colher de chá de canela em pó
açúcar mascavado (opcional)

Modo de Preparação
Deixe a água ferver, adicione a aveia, ½ colher de chá de canela em pó e 1 colher de NUTRILITE Proteína Total das Plantas, misture bem e deixe ferver durante 1 minuto. Coloque o mingau numa chávena e deixe repousar durante algum tempo. Acrescente as pêras cortadas, polvilhe com nozes cortadas e com a canela restante e sirva. Polvilhe com um pouco de açúcar mascavado e junte sumo de laranja se desejar.
Dose: para 1 pessoa
Também pode preparar este mingau com pêras frescas. Descasque, retire os caroços e corte em quartos a pêra, cubra com água, adicione 1 ou 2 colheres de açúcar e deixe ferver até suavizar. Pode usar xarope de pêra para preparar o mingau"

Texto retirado da revista Amagram on-line

segunda-feira, 25 de março de 2013

BEM-ESTAR: Uma dieta saudável

Já estamos na Primavera, época de mudanças... Esta é a altura ideal para repensarmos os nossos hábitos e até, porque não, mudá-los.

Perder peso

Quando comemos de forma saudável sentimos-nos bem. E quando nos sentimos bem a nossa auto-estima aumenta. E quando a nossa auto-estima aumenta somos mais felizes! Então, vamos comer bem!

Quando falamos em comer bem e de forma saudável, não estamos a pensar em dietas cheias de restrições. Afinal ninguém gosta delas... Não só são frustrantes e stressantes,como são desequilibradas e ilusórias. E o objetivo principal é sentirmos-nos (e sermos) felizes!

O segredo é descobrir os alimentos com que nos "caiem" bem. Aqueles que o organismo assimila sem grande esforço e sem parecer querer mandá-los embora de volta. E claro, cortar com os excessos. Não encha muito o prato e coma devagar. O ideal é fazer seis pequenas refeições por dia.
 
Por outro lado o exercício físico é mesmo fundamental, não há como dar a volta a questão. Mas meia hora de caminhada dor dia pode ser uma forma saudável e agradável de exercitar o corpo.

Quer queira perder peso ou simplesmente comer de forma mais saudável, o Vitamina-te sugere-vos um programa que vos acompanha passo-a-passo:


NUTRILITE Soluções para um Estilo de Vida Equilibrado



dieta saudável


Este é o programa ideal para perder peso ou recuperar o equilíbrio. Mais do que um programa de dieta, é uma autêntica filosofia de vida, que combina quatro pilares: alimentação equilibrada, exercício físico regular, suplementação alimentar e espírito positivo.

 Porque é que é o programa ideal?

» Não é restritivo: a base é uma alimentação saudável e caseira;
» Pode acompanhar-nos para a toda a vida;
» Não nos obriga a mudar drasticamente de rotina;
» Permite comer comida a sério fazendo apenas algumas alterações em algumas refeições;
» Acompanha-nos passo-a-passo (através do manual/cd) e é personalizado;
» Traz um programa de treino físico adaptado às necessidades de cada um;
» Não promete milagres e não põe em risco a saúde;
» Tem receitas caseiras fantásticas!

sábado, 23 de março de 2013

SAÚDE: A industria e a alimentação

Neste vídeo da TED, Mark Bittman fala sobre alimentação. Ele refere especificamente a cultura americana, mas a nossa não está tão longe quanto isso. Apesar de o vídeo ter sido gravado em 2007 continua actual e vê-lo é uma mais valia para a nossa saúde!


video

ESPALHE SAÚDE!

SENTIRES-TE BEM É NATURAL!