Um projeto Teamway

Mostrar mensagens com a etiqueta Frutas e Legumes. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta Frutas e Legumes. Mostrar todas as mensagens

sexta-feira, 7 de junho de 2013

RECEITA: Creme de abóbora com pão

Um boa sopa pode ser uma alimentação reconfortante. Este creme de abóbora é delicioso.


abobora




Para além de poderem ser saborosas, as sopas são meio caminho andado para ingerirmos uma boa dose de legumes. Fica aqui uma sugestão.

Ingredientes

2 Cenouras
400g de Abóbora descascada e sem sementes
1 Cebola
1 Dente de alho
1 Colher de gengibre fresco ralado
2 Colheres de sopa de manteiga
800ml de Caldo
150ml de Natas
Sal
Pimenta Caiena
Noz-moscada


Preparação

Piquem finamente a cebola e o alho e coloquem juntamente com o gengibre a refogar na manteiga.

Adicionem a abóbora e a cenoura. Juntem o caldo e deixem cozinhar por 25-30 minutos em lume brando. Reduzam a puré. Dependendo  da consistência desejada adicionem mais caldo ou deixem ferver um pouco mais.

Juntem as natas e temperem com sal, pimenta e noz-moscada. 

Sirvam acompanhada de fatias de pão torrado.

Bom apetite!

Receita da revista vitalnews

quarta-feira, 5 de junho de 2013

ESTUDO: Comer fruta torna-nos 20% mais produtivos

A Fruta é essencial para manter um estilo de vida saudável. E afinal também nos ajuda a ser mais produtivos


fruta aumenta produtividade



Comer fruta variada ajuda o nosso organismo de várias formas

Numa alimentação equilibrada e saudável devemos comer no mínimo cinco porções de fruta/vegetais por dia. Como medimos cada porção? Pelo tamanho da nossa mão fechada!

As frutas e os legumes, de cores variadas, vão dar-nos vitaminas e nutrientes que ajudam o equilíbrio do nosso organismo, o seu bom funcionamento e o combate se sintomas indesejados.

No entanto é mais que isso. Um estudo do Health Enhancement Research Organization (HERO) nos EUA, vem revelar que os profissionais activos, que ingerem cinco ou mais peças de fruta ou cinco refeições com vegetais quatro vezes por semana são 20% mais produtivos que os seus colegas sem estes hábitos alimentares.

Por outro lado, a falta de concentração das pessoas que têm uma alimentação mais saudável e praticam exercício físico é 27% inferior às restantes. 

Mais uma razão para incluirmos frutas e legumes na nossa alimentação.

quinta-feira, 23 de maio de 2013

DICAS: Alimentação saudável para as crianças

Combater o excesso de peso das crinaças, com uma almentação saudável

fazer crianças comer bem
É importante estabelecer uma educação alimentar desde a infância, sempre observando a qualidade nutricional das refeições

O sobrepeso e a obesidade estão rapidamente a tornar-se uma ameaça à saúde das crianças. Estudos recentes mostram que a taxa de sobrepeso aumentou o dobro em crianças e adolescentes nos últimos 20 anos. Os resultados das últimas pesquisas indicam que 15% das crianças e adolescentes, com idades entre 6-19 anos têm peso a mais. 
Esta crescente tendência de obesidade pode levar a aumentos do diabetes, doença cardíaca, pressão arterial elevada, problemas emocionais, bem como outros problemas de saúde graves. Além disso, as crianças e adolescentes obesos são mais propensos a se tornarem adultos obesos e, portanto, a prevenção de doenças cronicas associadas à obesidade deve começar durante a infância.
Os hábitos saudáveis pode (e devem) começar em casa e ter um impacto duradouro. Uma das melhores coisas que os pais podem fazer para proteger os seus filhos contra os efeitos devastadores da obesidade é servir como modelos, comendo alimentos nutritivos e garantindo a diversão com seus filhos. 
É aconselhado servir às crianças, produtos de grãos inteiros, uma grande variedade de legumes coloridos e frutas, produtos de baixo teor de gordura, feijão, carne magra, frango, peixe, nozes, etc - e deixá-los ver que os adultos gostam de comer os mesmos alimentos. 

Dicas Práticas para dar uma alimentação saudável às crianças

  • Comprar os alimentos juntos e ter tempo para examinar, discutir e seleccionar frutas e legumes que chamam a atenção do(s) vosso(s) filho(s). 
  •  Permitir que as crianças ajudem a preparar os alimentos.
  • Comer juntos como uma família, o que reforçará a ideia de que comer alimentos nutritivos pode ser uma experiência prazerosa.
  • Fazer lanches saudáveis disponíveis a qualquer momento para o(s) vosso(s) filho(s). Ter em casa alimentos saborosos e ricos em nutrientes, como uvas, cerejas, cenouras e cubos de melancia.
  • Permitir que as crianças sejam inventivas com a comida. Por exemplo, adicionar pequenos pedaços de fruta ao iogurte, criando um delicioso e divertido alimento que pode ser apreciado ao pequeno almoço.
  • Iniciar mudanças na dieta de forma gradual. Simples mudanças são mais fáceis para as crianças  se acostumarem.
  • Servir alimentos coloridos e pigmentados. Estes alimentos, para além de serem mais divertidos tendem a oferecer valor nutricional maior. Por exemplo, pimentão vermelho, cenoura, brócolos, laranja, melancia... são alimentos ricos em minerais, vitaminas e antioxidantes.
  • Começar cada dia com um bom pequeno almoço. Experimentem fazer pratos divertidos com fruta e iogurte, ou um super sumo comu salada de frutas misturando gelo picado.

sábado, 6 de abril de 2013

SAÚDE: Comer abacate, pela nossa saúde!

O abacate já foi considerado o alimento mais perfeito do mundo. Descubram porquê!

abacate faz bem à saúde
Muitos nutricionistas afirmam que este alimento não só contem tudo o que uma pessoa necessita para sobreviver, como ainda ajuda a prevenir muitas doenças.
 
O abacate traz vários benefícios para a  nossa saúde. Para além de ser bastante nutritivo, estudos apontam para a sua contribuição na prevenção e controlo de doenças como o Alzheimer, cancro, doenças do coração, diabetes, entre outras.
Este fruto oferece cerca de vinte nutrientes essenciais, incluindo fibra, ómega 3, vitaminas A, C, D, E, K, várias vitaminas B e potássio.o que o torna um verdadeiro super alimento. Pode ser uma verdadeira arma secreta para ter um coração saudável, um cérebro brilhante e uma visão de águia (nomeadamente devido à quantidade de ómega 3).

Deixamos aqui alguns exemplos do que os nutrientes do abacate podem fazer pela sua saúde:


Ácidos Graxos

Este tipo de gorduras monoinsaturadas, ajudam a controlar os triglicéridos na corrente sanguínea, colesterol no sangue e controle do diabetes.

Folato

O ácido fólico promove as células saudáveis e desenvolvimento dos tecidos. De acordo com o National Institute of Health’s Office of Dietary Supplements (Instituto Nacional de Serviço de Saúde de Suplementos Alimentares) , "Isto é especialmente importante durante os períodos de rápida divisão celular e crescimento, como a infância e a gravidez. O folato é também essencial para o metabolismo da homocisteína e ajuda a manter os níveis normais deste aminoácido."

Luteína

Este é um carotenóide (um pigmento natural), que protege contra as cataratas e certos tipos de cancro, e reduz o risco de degeneração macular, a principal causa de cegueira em adultos com 65 anos de idade e mais velhosO Abacate contem 3 vezes mais luteína que os valores encontrados em outros legumes e frutas comuns.

Ácido Oleico e de Potássio

Ambos estes nutrientes também ajudar na redução do colesterol e a reduzir o risco de pressão arterial elevada.
Ainda tem dúvidas? Da próxima vez que vir abacates na banca da fruta, não hesite.

Fonte:  undergroundhealthreporter.com

quinta-feira, 28 de março de 2013

VITAMINAS: Vitamina C reduz pressão arterial

Ingerir grandes quantidades de vitamina C pode reduzir a pressão sanguínea.

Reduzir pressão arterial

 


De acordo com um estudo presente no jornal The American Journal of Clinical Nutrition, a vitamina C pode ajudar a reduzir a pressão sanguínea

 A pesquisa, desenvolvida na Faculdade de Medicina da Universidade de Johns Hopkins, observou que a diminuição da pressão arterial pode ocorrer tanto em pessoas com hipertensão quanto em indivíduos livres do problema.

Acredita-se que a vitamina C, por atuar como um diurético no organismo, possa fazer com que os rins eliminem mais sódio e água do corpo, o que ajuda a relaxar as paredes dos vasos sanguíneos e diminuir a pressão sanguínea. Estudos anteriores sobre o assunto chegaram a resultados diferentes e, para estabelecer uma conclusão mais consistente, a equipa reviu 29 pesquisas já publicadas que compararam variações de pressão sanguínea a consumo de vitamina C.

Os pesquisadores chegaram à conclusão de que a ingestão de uma média de 500 miligramas da vitamina ao dia — ou seja, quase cinco vezes a quantidade mínima recomendada — durante oito semanas reduz a pressão arterial moderadamente em todas as pessoas, e reduz ainda mais em indivíduos com diagnóstico de hipertensão. Essa quantidade de vitamina C pode ser obtida em seis copos de sumo de laranja, por exemplo.

Segundo Edgar Miller, um dos autores do estudo, embora os resultados tenham mostrado uma redução moderada na pressão arterial, se todas as pessoas tivessem esse benefício, o número de casos de acidente vascular cerebral (AVC) já seria menor. No entanto, segundo os pesquisadores, essas conclusões ainda não são suficientes para fazer com que pacientes comecem a tomar suplementos de vitamina C a fim de evitar a hipertensão, já que alguns suplementos ainda não mostraram ser eficazes.

Fonte: Revista Veja

 

sábado, 23 de março de 2013

SAÚDE: A industria e a alimentação

Neste vídeo da TED, Mark Bittman fala sobre alimentação. Ele refere especificamente a cultura americana, mas a nossa não está tão longe quanto isso. Apesar de o vídeo ter sido gravado em 2007 continua actual e vê-lo é uma mais valia para a nossa saúde!


video

quinta-feira, 14 de março de 2013

BEM-ESTAR: Frutas e legumes

Comer frutas e legumes deixa os jovens mais calmos e felizes! 

Jovens mais calmos e felizes

Nova pesquisa descobriu que as pessoas relatam um humor melhor do que o normal quando consomem maiores quantidades desse tipo de alimento.


Um novo estudo da Universidade de Otago, na Nova Zelândia, mostrou que uma boa alimentação pode melhorar o humor de uma pessoa e fazer com que ela tenha mais sentimentos bons do que maus. Segundo a pesquisa, os dias em que os jovens consomem mais frutas e legumes são aqueles em que eles parecem estar mais calmos, felizes e dispostos do que normalmente são. Essas conclusões foram publicadas no periódico British Journal of Health Psychology.

A pesquisa, coordenada por Tamlin Conner, do Departamento de Psicologia da universidade neozelandesa, foi feita a partir dos dados de 281 pessoas com uma idade média de 20 anos que responderam a um questionário com os seus dados pessoais. Os participantes também mantiveram, durante 21 dias consecutivos, uma agenda na qual escreviam tudo o que comiam no dia. Além disso, relataram como estava o seu humor a cada dia — para isso, eles listavam nove adjetivos positivos e nove negativos que tivessem relação com o que eles estavam a sentir no momento.

Mais energia

Os autores do estudo encontraram uma forte relação entre um maior consumo de frutas e legumes e relatos mais positivos sobre o humor naquele dia. A mesma associação não foi identificada com outros tipos de alimento. “Os jovens afirmavam estar mais calmos, felizes e com mais energia do que o normal quando comiam mais frutas e legumes”, diz Conner. A pesquisadora também concluiu que o consumo desses alimentos num dia aumenta a possibilidade de uma pessoa estar bem humorada no dia seguinte.

De acordo com Conner, uma precisamos de ingerir sete a oito porções de frutas e legumes ao dia para que um efeito positivo significativo no humor ocorra. “Uma porção é uma quantidade equivalente ao que cabe na palma de sua mão. Uma sugestão para alcançar essa quantidade de sete porções é fazer com que os legumes ocupem metade do seu prato e também optar por frutas na hora dos lanches  e entre as refeições”.

Fonte: Revista Veja

 

terça-feira, 12 de março de 2013

SAÚDE: Aumentar as defesas contra o cancro


É hoje em dia um facto provado que podemos aumentar as nossas defesas contra o cancro, introduzindo na nossa dieta alguns ingredientes que os cientistas dizem que nos protegem especialmente.



Deixamos aqui alguns exemplos:


Algas- Kelp, clorela ou spirulina

Além de outros valiosos nutrientes contém clorofila, substância que segundo estudos recentes é anticancerigena.

 Ácidos gordos essenciais: Omega3, EPA e DHA

Presentes no óleo de peixe azul e em algumas plantas. Muitos estudos demonstraram que os povos que os consomem em abundância, têm menos incidência de cancro na mama e outro tipo de tumores.

Soja

 A soja e os seus derivados contém uma substância chamada genisteína, um estrogénio natural, que inibe a formação de alguns carcinogéneos.

Chá Verde

Contém uma grande quantidade de antioxidantes e polifenóis de reconhecida acção anticancerigena. Para um efeito protector tem que se beber pelo menos três copos de chá verde por dia.

 Azeite virgem

O consumo de ácidos gordos moinsaturados, como os que contém o nosso azeite, reduz os riscos de cancro segundo muitos estudos.

Compostos Fenólicos

Destas fitosubstâncias, duas delas foram investigadas especialmente como protectoras do cancro. O reveratol (abundante na pele e nos bagos das uvas) e a quercitina (presente no cacau). Polifenóis protectores do cancro também se podem encontrar no alecrim, limão, vegetais, cereais, frutos secos e legumes.

Alho e Cebola

Segundo um instituto americano do cancro, ambos estes alimentos protegem contra o cancro pelo seu alto conteúdo em selénio (um mineral que estimula a produção dos glóbulos brancos e induz a morte das células más) e outros compostos que estimulam a produção de enzimas que neutralizam os radicais livres relacionados com o cancro.


Numerosos estudos demonstram que as pessoas que fazem uma dieta rica em fibras têm entre 21% a 47% menos risco de sofrer do cancro do cólon do que os que não tomam fibra. Há que consumir entre 20 a 35 gramas de fibras por dia. Consegue-se estas doses tomando diariamente um prato de salada, um prato de verduras cozidas (bróculos, couve, feijão verde), um prato de fruta, seis amêndoas, ou uma ração similar de outros frutos secos.

As Frutas e Verduras

Especialmente as verduras de cor verde escuro (as couves, os espinafres, os bróculos) e frutas e verduras de cor laranja (cenouras, laranja, melão, alperce, etc) já que são especialmente ricas em fitosubstâncias anticancerigenas.


 Fonte: Saúde Actual

ESPALHE SAÚDE!

SENTIRES-TE BEM É NATURAL!